quatro amigos: joaquim, regis, arionaldo e cristiano. quatro bicicletas e um sonho. na bagagem, coragem e determinação. primeiro destino: de pelotas (rs) para brasilia (df).

Thursday, January 18, 2007

planalto = plano+alto

Os piores trechos ficaram para trás.
Estamos em Cristalina, no planalto central, a 100km de Brasília
Planalto Central.
uma planície, no alto, no centro do Brasil.
Depois de cruzarmos as montanhas de Minas Gerais na divisa com Goiás, aqui estamos, às portas de Brasília.
A estrada que nos conduziu ate aqui passou por 180km de montanhas belíssimas, desde Uberaba, passando por Uberlândia e até Catalão.
chegando perto de Catalão, começamos a subir, a subir e a subir. subimos tanto que chegamos no alto, onde tudo era plano. chegamos no Plano Alto Central.
estamos no meio do país. quase todos os nomes das localidades são indigenas. a natureza aqui se mostra forte e bela. da estrada se enxerga o horizonte bonito, indo longe, ondulando na paisagem do cerrado.
conduzimos nossos camelos do jeito que for possivel. entramos em goiás, atravessando o rio paranaiba empurrando as bicicletas. entre sabado e segunda-feira empurramos por 45km (no total), por andar de bicicleta sem uma bomba de ar.
os imprevistos, um atras do outro, nos fazem rir. não existe quase infra-estrutura nestes ultimos trechos, a estrada é pouco movimentada e por várias vezes temos o privilégio de escutar o som do cerrado quando cessa o som dos motores a diesel.
Estamos em terras misticas, visitamos o templo da ciência, e aqui nos aguardam cachoeiras que estamos doidinhos p ver.
daqui, pedalaremos mais alguns km mas nao entraremos ainda em brasilia, vamos acampar pela ultima noite em algum bom lugar.
esta noite provavelmente sera a ultima desta jornada, em movimento. acampamos 44 vezes, sempre um pouquinho mais perto de brasilia, ate que chegue o dia que nao dá mais, que brasilia esteja sob nossos pés.
o presidente nao poderá nos receber, ao que tudo indica.
mas... vamos montar um acampamento na frente da esplanada dos ministérios, com faixas dizendo o que temos p dizer. ah vamos fazer uma barulheira danada. se ele nao nos receber, pelo menos vai ter dor de cabeça.
estamos ja com 2680km rodados. os pés melhoraram, o cansasso acumulado é indescritivel.
vou processar o banco da minha bicicleta por abuso sexual assim que for possível.
aqui estamos nós.
quase lá, correndo pro abraço.
a nossa comitiva se desmembrou em florianópolis, quem seguiu, seguiu firme, empunhando a bandeira um pouco mais a frente, dia apos dia. agora, dentro em breve, mais uma separação.
eu vou entrar Bolivia adentro, com guerra ou sem guerra, me aventurando do lado de lá dos Andes.
Ari e Tião seguem seu rumo também. ainda vão descobrir um jeito de fazer a volta p casa valer a pena.
ainda não temos planos p quando chegarmos. logo chegará a hora de começarmos a pensar no "depois". no "e agora?"
logo chegará a hora de responder à questão: "e agora que chegamos, o que faremos?"
qual sera a resposta eu nao sei, o amanha ainda nao existe.
buenas, a proxima noticia deverá ser um "CHEGAMOS".
firmes e fortes.
beleuza creuza!
agora é só o embalo de todos que torcem junto com a gente que nos levará adiante.
podemos dizer que os nossos espíritos foram capazes de levar nossos corpos e nossos equipamentos desde pelotas ate brasilia.
nao foi uma tarefa facil, tão pouco uma tarfea dificil. foi uma tarefa justa e na medida de nossas possibilidades. as batalhas qeu enfrentamos e vencemos com um sorriso no rosto nao diferem em nada das batalhas que todos vcs que lêem (e os que nao lêem tbm é lógico) enfrentam no dia-dia. Deus coloca sobre nós o fardo que pudemos aguentar. quão maior é o fardo, maior é a capacidade da alma de carregá-lo. nao existe missão impossível, pode ser que ela tenha sido confiada à mãos erradas.
aqui nos despedimos, para logo nos acercamos um poquito más da capital do nosso país.
vamos pegar a estrada em breve, nao antes de quitarmos as contas contraídas ontem aqui na cidade.
um enorme beijo p todos.
que vibremos juntos neste ultimo momento.
das incertezas e angústias do início, às alegrias do final.
joaquim antonio e cristiano nunes

8 Comments:

Anonymous Anonymous said...

Parabens guris...
Tua mensagem me lembrou do dito que o cachorro nao sabe o que fazer quando o carro para...voces estao nesse dilema, e esse e o momento que faz a diferenca entre quem faz e quem nao sabe o que fazer
Um grande abraco a voces.
Ricardo

5:43 AM

 
Blogger Paul said...

tá quase!

7:27 AM

 
Anonymous MAURICIO Santa vitoria said...

Dale animaldo !!!Ta chegando meu irmão força ai. Simbora hehe. abração

7:45 AM

 
Blogger isa said...

guris, fiquei emocionada com este post... que estes lugares misticos derramem suas bençãos sobre voces. e no mais, no caminho, sempre! beijos, isa.

10:46 AM

 
Anonymous Mike® said...

BUENAS INDIADA!!!... CONTINUAMOS AKI NA ESCUTA!... CAMBIO DESLIGO!...


...SAUDADX D VCX GALERA!
... UM ABRAÇO SINCHADO!!!!!

4:25 PM

 
Anonymous Ju said...

Como não sabem o q fazer...andaram tudo isso na garra e agora que estão aí ...lógico que sabem o q e como fazer, o provavél é q o sonho tenha se tornado fugaz ... mas no caminho do bem não importa ond vc vai e sim o q faz, temos certeza que já estão fazendo o melhor, traçando novas metas!!!!PARABÉNS!!!
Cuidem-se ... Bjus ... Bom descanso e esperamos q voltem em breve!

3:47 AM

 
Blogger Rodrigo S. Da Rosa said...

Fiquei muito feliz em olhar a mensagem. Estamos com Vocês... Abraços e boa Sorte na reta Final!!!
Pelé.

8:56 PM

 
Anonymous regisalfonso said...

choro mais do q viúva individada, cada vez q vejo essas linhas ... akele abraco sinchado q quero dar os parabens no proximo post heheh

6:58 PM

 

Post a Comment

<< Home